Hoje Trago curiosidades sobre as letras do album CENTURY CHILDEu amo esse disco, foi o primeiro ja com Marco Hietala na banda, com lindas músicas e um dueto se formando na banda entre Tarja Turunen e Marco Hietala, realmente marcante!
 
O blog também possui uma postagem falando sobre tudo do album century child, que você pode conferir aqui: 

Bless The Child - 
 A expressão "is to follow the left hand path" refere-se que entre os hebreus a mão esquerda representa o norte.
End Of All Hope - 
A palavra "Mandylion" refere-se a uma lenda em que o próprio Jesus enviou a Edessa na Turquia, um retrato seu, criado milagrosamente, quando enxugou o rosto numa toalha. Esse pano ficou conhecido como Mandylion.
Slaying The Dreamer - 
A expressão "Swansong for the Wish of Night" refere-se a um cisne que canta uma bela música melodiosa pouco antes de sua morte.


*Segue agora comentário do próprio Tuomas Holopainen e da Tarja Turunen sobre cada uma das letras e algumas curiosidades desse albúm:

Bless The Child 

Tuomas: É uma das melhores musicas quem eu já escrevi para o Nightwish. Fácil de entender, bastante dinâmica. Essa música está indo para os passos de Hans Zimmer.

Tarja: É a melhor música do Century Child na minha opinião. É carregada de emoções. Eu realmente me senti triste e sozinha quando eu fiz os vocais no estúdio. A banda converteu essa canção tão bem que o ouvinte pode entender o humor. Se você estiver sozinho(a) e desesperado, você nunca deve largar mão da esperança. Se fizer isso, você está sem uma alma.




End Of All Hope

Tuomas: Essa canção refere-se à música “Wishmaster”. Não há descanso – apenas poder absoluto do começo ao fim.

Tarja: End Of All Hope é o tipo de canção como “Wishmaster”. As letras são bastante tristes e cheias de frustação. Na outra mão, a música e minha voz dão um humor esperançoso à canção. Eu estou cantando de um jeito que não diz claramente o que a intriga da música realmente é. Eu acho que a música é misteriosa mesmo se ela é bastante pesada e bombástica.



Dead To The World

Tuomas: Essa é um dueto, talvez um duelo entre Tarja e Marco. O perfuramento do coro no seu cérebro até você amar ou odiar a música.

Tarja: Com essa canção, eu consegui alguma coisa que eu nunca havia sonhado que era eu cantando com Marco. Foi bastante interessante ver como a musica ficava durante as gravações e os arranjos foram difíceis. Dois cantores podem fazer mais de uma musica do que um cantor se ambos fizerem um bom trabalho.


Curiosidade:
"Dead To The World" (Morto para O mundo)

No livro de Edgar Allan Poe "William Wilson" (1839) há uma frase:
"Yet, henceforward art thou also dead - dead to the World, to Heaven and to Hope!"
( " Ainda, daqui em diante arte tu também morto - morto para o Mundo, para o paraiso e para a esperança "!)


Ever Dream

Tuomas: É a mais tradicional composição do Nightwish em Century Child. Foi o nosso primeiro single na Finlândia. Eu tomei um jato em minhas costa enquanto eu escutava parte da orquestra.

Tarja: Nosso single Finlandês tão pedido nas paradas das rádios. É uma musica bem simples com uma linha de melodia suave. A música expressa esperança para tempos melhores.
  

Slaying The Dreamer

Tuomas: Eu escrevi essa canção em vez de demolir alguma coisa com um taco de beisebol. Música é a melhor maneira de se livrar de agressões, isso é certeza! Quando nós estamos em estágio, eu tenho a maior felicidade quando nós tocamos Slaying The Dreamer.

Tarja: Eu estava altamente inpirada por essa canção. Desde que eu cantei essa (canção) geralmente no tour, eu reparei que eu poderia ter cantado a musica mais dificilmente do que eu havia feito no estúdio. Perkele ! Eu acho que Tuomas estava completamente de saco cheio quando escreveu essa musica e eu tenho certeza quem todo mundo pode reparar a diferença entre Slaying The Dreamer e as outras canções de Century Child. E eu posso dizer que eu gostei de nosso som pesado por causa de Slaying The Dreamer.


Forever Yours

Tuomas: Certo, hoje, eu entendo as comparações com as músicas do Titanic. Mas essa balada tem uma honesta e inocente nota de piano.

Tarja: Eu acho que é dificil escrever uma balada sobre a mais bela coisa na Terra. É fácil para mim cantar musicas difíceis. Infelizmente, não é uma das nossas melhores baladas mas é uma boa chance na gravação. Eu não gosto de ouvir Forever Yours porque eu absolutamente não estou satisfeita com a minha performance (cantando).

Curiosidade:
Fare thee well, little broken heart… (A ti adeus, pequeno coração quebrado...)
"Fare Thee Well" - Um Poema de Lord Byron;


Ocean Soul

Tuomas: Eu amo a maneira que Tarja canta essa canção. Ocean Soul é uma canção muito pessoal – fácil e tocante. É a minha canção favorita em Century Child.

Tarja: Tuomas uma vez me disse que essa é a canção mais importante do álbum. Infelizmente, eu estava doente e não tinha voz no estúdio. Certamente eu queria dar meu melhor. Foi difícil para mim porque eu cantei de maneira diferente nas gravações antigas. Eu acho que Tuomas escreveu seu melhor coro em sua vida. Nós nunca vamos tocar essa música ao vivo.

 
Feel For You

Tuomas: A estrutura de Feel For You tinha mudado durante as gravações mais de 70 vezes. O que mais posso acrescentar?

Tarja: Eu adorei cantar Feel For You porque a musica manteve em mudanças durante as gravações. Mas contém uma enorme mensagem.


The Phantom Of The Opera

Tuomas: Eu amo todo o musical de Andrew Lloyd Webber (escritor de “The Phantom Of The Opera”). Quando eu finalmente vi isso (o musical) em Londres, eu estava completamente estupefato. Então eu decidi que essa seria a próxima versão cover de Nightwish. E eu estou satisfeito com o resultado.

Tarja: Eu tive as minhas primeiras lições e musica por causa dessa composição quando eu tinha apenas 15 anos. Eu realmente queria aprender a cantar tão alto quanto Sarah Brightman nessas canções. Eu usei outra interpretação porque Tuomas explicou que ele odeia os vocais altos de Sarah Brightman no final, então nos trocamos a parte final (da canção). Agora soa como se a Terceira Guerra Mundial acabasse de começar. Eu realmente não gostei de nossa versão. Erm, droga! Eu não estou feliz com o que fizemos. Ponto!
 

Beauty Of The Beast

Tuomas: Quando nós gravamos e mixamos essa música eu quase perdi a esperança de acabar isso corretamente. Beauty Of The Beast representa tudo o que a musica do Nightwish basta. Eu espero que nós estejamos ambicionados o bastante para tocar a música ao vivo. Eu não posso esperar por isso.

Tarja: Eu gosto dos sentimentos dessa composição. É uma das minhas musicas favoritas. Eu estava feliz , pois eu poderia cantar com a minha “voz real”. Durante as gravações eu cantei com uma voz mais suave porque a canção pedia por isso. Talvez eu mostre a outra faceta da minha voz no próximo álbum. Beauty Of The Beast é possivelmente a musica mais bonita que nós já fizemos. A letra diz por si só.

Curiosidade:
"Beauty Of The Beast" (Christabel):

Oh, sweet Christabel. Share with me your poem... (Ó, doce Cristabel. Deixe-me ouvir seu poema...)
Christabel LaMott - uma poetisa vitoriana - a heroina de A. S. Byatt's "Possession".


2 comentários:

Adolfo J. de Lima disse...

Olá!
E então, gostaria de saber de onde tanto retiraste esta informações, qual a fonte? Percebi uma ou outra falha na tradução e fiquei curioso quanto ao original...

Até mais! E a propósito: gostei muito, pois nem são muito comuns estes faixa-a-faixa, como é muito legal ver o de músicas de complexidade e referências intricadas feito as de Tuomas, por exemplo.

Jean Paulo disse...

Olá Adolfo, primeiramente obrigado por comentar no blog, é sempre um incentivo a mais quando comentam, é verdade tem alguns erros de tradução, eu tirei esse trexo de uma entrevista deles à revista Perkele Magazine nos anos 2000, que tenho em meus arquivos.
Prometo ver se nas próximas postagens tem erros de tradução, esteja convidado a sempre comentar no blog quando quiser!

Um abraço

Jean Chareta